História

O Nascimento do “N”

Em 1960, no salão de Nuremberg a marca alemã Arnold Rápido, cria o evento apresentando uma nova gama de modelos reduzidos ferroviários à escala 1/160.

Esta escala é muito bem aceite e o mercado se desenvolve até começar a aparecer a concorrência.

A letra “N” caracteriza a bitola desta escala. A escala 1/160, é batizada de “N” por Arnold. A explicação é simples, a distância entre carris é de 9 mm (1435:160=9), este número “nove”, escrito em várias línguas, começa com a letra “N”.

Na escala N encontram-se várias bitolas;

  • Via normal N (largura real de 1,435m) com 9mm. Muitos fabricantes propõem o uso de vias da Peco com os códigos 55 e 80.
  • Via métrica Nm (largura real de 1,0m) com 6,5mm. Via especial Nm ou via de escala Z normal.
  • Via estreita Nf (largura real de 0,6 a 0,7m) com 3,7mm. Via especial.

Quando Arnold propôs esta escala, fez uma pré normalização das mesmas, sendo posteriormente oficializadas. A concorrência adotou esta pré normalização do seu progenitor.

Para a construção de um layout em “N”, comparado com um equivalente à escala “HO”, necessitamos de uma superfície +/- 4 vezes inferior.

Proudly powered by WordPress | Theme: Baskerville 2 by Anders Noren.

Up ↑